Alimentação, Bem-estar, Corpo Saudável, Doctor Berger, Saúde

Vitaminas, nossas aliadas!

O ritmo de vida está cada vez mais acelerado. Com tantos compromissos diários falta tempo para o que realmente interessa: o cuidado com a saúde. Seguir uma dieta adequada e rica em vitaminas e minerais, como mandam os nutricionistas, tem se tornado tarefa difícil de cumprir. E para piorar a situação, o nervosismo causado por esse corre-corre do dia a dia prejudica a ação dessas substâncias tão benéficas para o organismo.

As consequências da falta de vitaminas são mais evidentes do que parecem. Muitas pessoas procuram médicos se queixando de sintomas diversos como cansaço, apatia, irritação constante, falta de apetite e saem do consultório com o conhecido diagnóstico de estresse, quando, na verdade, o que têm é carência de vitaminas.

Conheça um pouco sobre algumas dessas aliadas e saiba onde encontrá-las:

Vitamina A: fundamental para o bom funcionamento dos olhos, para o crescimento e desenvolvimento das crianças, além de participar da defesa do organismo. É encontrada no leite materno, em carnes, fígado, óleos de peixe, gema, hortaliças de folhas verde-escuras e em frutas como manga, pêssego e mamão;

Vitamina D: essencial para aumentar a absorção do cálcio no organismo, diminuindo o risco de doenças, como raquitismo, osteomalácea e osteoporose, por exemplo. Mas, além disso, ela diminui o risco de doenças cardíacas, combate a enxaqueca e a tensão pré-menstrual. Atualmente, existe uma epidemia mundial de deficiência de vitamina D. As principais fontes são peixes, como atum e salmão;

Vitamina E: forte antioxidante contra os radicais livres. Fortalece o sistema imunológico, previne a catarata, o câncer e doenças cardiovasculares. Pode ser encontrada em carnes magras, óleos (girassol, amendoim), hortaliças de folhas verde-escuras e gema;

Vitamina K: participa da coagulação sanguínea, prevenindo hemorragias. Algumas fontes são o tomate, a batata, gema, óleo de soja, fígado e leite.

A quantidade correta de vitaminas a ser ingerida pode variar de pessoa para pessoa, conforme idade, sexo, estado de saúde, entre outros fatores.

Consulte sempre o seu médico antes de optar por um suplemento vitamínico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *